Categoria: CINEMA

Sobre a Liga da Justiça e a DC no cinema

Sim, eu gostei de Liga da Justiça!

Saudações, já faz algum tempo que não escrevo sobre cinema (visite meus textos antigos no SuperNautas), a paternidade tem me feito ver muito mais “Patati Patatá” do que DC e MARVEL, mas “Liga da Justiça” mereceu um texto por aqui.

Para começar, quero deixar claro a minha preferência pelos personagens da DC em relação aos da Marvel, porém os filmes da equipe do Tony Stark e Capitão América têm me empolgado muito mais nos últimos tempos.

A Marvel encontrou uma fórmula empolgante de apresentar seus personagens e criar histórias interligadas, com roteiros relativamente simples foi nos levando aos poucos pra dentro desse universo conquistando o topo do ranking de filmes desse gênero.

Já a DC, que no passado nos presenteou com o clássico Superman em 1978 e mais recentemente a trilogia do Batman orquestrada pelo competente Christopher Nolan, não tem agradado muito fãs e críticos nos últimos anos.

Não sou da turma que odeia Homem de Aço e Batman vs Superman. Entendo que ambos têm problemas que vão do conceito dos personagens até furos de roteiro, mas gosto de filmes que arriscam, tentam algo diferente. A indústria hollywoodiana, que não rasga dinheiro, descarrega centenas de filmes simples e esquecíveis todos os anos em nossas salas de cinema, baseados em estatísticas e fórmulas que já deram certo.

É inegável que os filmes ousados que admiramos (os que deram certo) não são o que podemos chamar de sucessos de bilheteria, e é por essa razão que as “tentativas” da DC/Warner têm o meu respeito. Prefiro que errem tentando mostrar algo diferente à seguir a fórmula que já conhecemos.

Mas como minha opinião não irá afetar as decisões estratégicas da Warner, e tendo visto a surra de críticas que os filmes da DC vêm levando, o estúdio decide respirar fundo e “reiniciar” seu projeto de universo cinematográfico.

Vendo Liga da Justiça percebi que quiseram entregar um filme mais “pé-no-chão” sem muita ousadia, deixar a poeira de críticas abaixar e começar novamente um trabalho a partir daqui.

É claro que eu gostaria de assistir um filme um pouco mais empolgante, ver o Superman ressurgir com a clássica trilha do mestre John Williams tocando (sem medo), para enfrentar um vilão realmente perigoso, mas saí feliz do cinema.

O fato de não ser ruim já é uma grande alívio (risos), mas o filme me entregou algumas cenas empolgantes, uma história simples e funcional e o Superman arrebentando com tudo (quase do jeito que eu esperava).

Com tudo isso, acredito que esse é o filme que deveria ser feito nesse momento, “botar” a bola no chão e recomeçar o jogo com mais calma. Liga da Justiça não é melhor que Mulher Maravilha, mas é um filme acima da média e, certamente, superior aos recentes “escorregões” da DC/Warner.

Minhas expectativas para Aquaman subiram um pouco, e voltei a ter esperança no universo DC no cinema.

Clipe Animado Cruisr // All Over

Saudações, que tal misturar música, cinema e animação.

A banda Cruisr lançou um incrível clipe para a sua música “All Over”.  No clipe, todo feito com animação, os personagens se transformam, de forma fluida e ao ritmo da música, em diversos ícones da cultura pop, uma verdadeira viagem pela história do cinema.

A animação foi produzida pelo Carboni Studio.

Créditos:

Cliente: Vagrant Records
Concept, Design, and Direction: Chris Carboni
Animação: Chris Carboni, Elaine Lee, Matt Everton
Composição: Chris Carboni

Mesmo se você ainda não conhece a banda Cruisr, vale conferir esse e outros belíssimos trabalhos do Carboni Studio. E fica o desafio para você descobrir as referências do cinema nesse clipe.

The Present // HQ brasileira vira curta premiado

Qual é a definição de perfeição?

Saldações, em minhas andanças pela internet, me deparei com esse emocionante curta metragem inspirado no trabalho do cartunista brasileiro Fabio Coala.

Fabio é ilustrador e quadrinista, autor do blog Mentirinhas. Em janeiro de 2012, Fabio publicou a tirinha “perfeição”, que correu o mundo até chegar nas mãos do, também talentoso, Jacob Frey.

Jacob, inspirado no trabalho de Fabio, criou um incrível curta metragem em computação gráfica. O filme reforça a ideia apresentada na tirinha, do quanto temos a aprender com os animais. Os animais são livres do preconceito, julgamento e outros sentimentos tipicamente humanos, que muitas vezes nos impedem de ser feliz.

Além de um belíssimo roteiro, o curta é tecnicamente impecável e merecedor dos prêmios que conquistou.

 

Ficou interessado? Então corra pra conferir mais do trabalho de Fabio Coala e sua tirinha Perfeição.

Papa // Uma linda animação sobre pai e filha

Sabe quando você assiste um filme e se identifica?

Saudações, se você chegou até aqui já deve ter percebido que sou um grande consumidor de animações de todo tipo, e isso acontece desde sempre. Esses dias, ao navegar pela internet, me deparei com essa belíssima animação que me tocou de um jeito especial.

Claro que a paternidade tem me deixado mais sensível para coisas desse tipo, mas acredito que esse é apenas o meu ponto de vista e, mesmo que seja de outra forma, você também irá se emocionar com essa animação.

Papa conta a história de um inventor que, na tentativa de agradar sua filha, descobre que não é o melhor pai do mundo, ou pelo menos é o que ele pensa.

Com um roteiro simples e emocionante o filme narra a tentativa de um pai par se tornar melhor, e como todo mundo, erra, acerta e aprende com seus erros. Pai e filha descobrem que são perfeitos um para o outro, exatamente do jeito que são.

Uma animação 2D, com estilo simples e pequenas referências à desenhos feitos por uma criança, o que deixa o resultado final ainda mais interessante.

Se você também acredita que podemos aprender muito com as crianças, vai gostar e se emocionar com esse belo trabalho de Natalie Labore.

 

Animação relembra todas as mortes de Star Wars

Atenção, esse post contém SPOILERS.

Saudações… se você é fã de Star Wars, já deve saber que existem mortes importantes em todos os filmes. O pessoal do Pipoca VFX criou uma animação no bom e velho estilo Pixel Art para relembrar todas essas mortes da saga,

O curta é todo feito com o visual dos saudosos games 8 bits e mostra, em ordem cronológica, as mortes mais importantes de todos os filmes, desde o episódio I até o mais recente “O Despertar da Força”.

Se você já viu os filmes, ou não se importa com Spoilers, aí vai:

Artella // Plataforma para produção coletiva de animação

Que tal tirar aquele seu projeto de animação da gaveta?

Saudações… O uso da internet para realização de trabalhos multinacionais não é uma prática recente, são milhares de opções de comunidades, fóruns, grupos e plataformas que estreitam a distância entre diferentes profissionais e até possíveis clientes.

Seguindo essa tendência, os criadores do Animation Mentor, uma reconhecida e pioneira escola online de animação, criaram o Artella. Trata-se de uma plataforma colaborativa para produção de animação e conteúdo de realidade virtual.

artella01

Bobby Beck, Shawn Kelly e Carlos Baena, são os fundadores dessa nova plataforma que conecta profissionais espalhados pelo mundo e formar pequenas, médias e grandes equipes para realização de projetos de animação. A proposta desse novo empreendimento é possibilitar que artistas desenvolvam e amplifiquem seus projetos que antes sofriam com as barreiras da dificuldade de se formar uma equipe profissional. Os artistas agora podem ir além das suas limitações técnicas ou de tempo, elevando o nível das suas animações e games, além de minimizar custos e tempo de produção.

O projeto oferece uma estrutura idêntica à do mundo real para dentro da plataforma, possibilitando que artistas iniciantes possam viver essa experiência ao lado de outros veteranos do mercado.

artella02

Na sua essência, o Artella é um sistema inovador baseado em produção na nuvem, onde um artista pode conectar seus aplicativos de produção 3D em uma plataforma que integra todos os componentes necessários, incluindo as ferramentas de comunicação e revisão, para gerir um projeto em qualquer lugar do mundo. A plataforma Artella e as ferramentas são acessadas e integradas totalmente através de um navegador web. Os artistas podem trabalhar tanto online como offline, dependendo de suas necessidades.

artella03

Para dar ainda mais credibilidade ao projeto, o trio fundador do Artella possui uma longa e invejável carreira profissional: Bobby Beck,  trabalhou durante anos como animador da Pixar em filmes como Toy Story 2, Monstros S.A., Procurando Nemo e Os Incríveis, depois de passagens pela Walt Disney Animation e Tippet Studio. Shawn Kelly se juntou a ILM em 1998, trabalhou como animador em uma longa lista de filmes, incluindo Os Vingadores, Transformers: Dark of the Moon, Rango e Star Wars episódios I, II e III. Carlos Baena trabalhou como animador da Pixar por mais de uma década em uma série de filmes, incluindo Monsters University, Toy Story 3, WALL · E e Ratatouille e, mais recentemente, escreveu e dirigiu os curtas Market St., bem como a curta animado La Noria, uma colaboração on-line atualmente em produção usando o pipeline Artella.

artella04

O projeto parece tão bom que nos leva a pensar o motivo de não termos visto nada assim antes. Unir aprendizado, formação de equipes, suporte e networking em um só lugar, esteja você onde estiver.